Massagem Infantil

A massagem infantil é uma prática ancestral com raízes na Ásia onde se revela a importância física e espiritual atribuída ao toque por algumas culturas desta região. O toque, através da massagem, é percepcionado como sendo vital para o desenvolvimento harmonioso das crianças (e também das suas mães).

 

A massagem infantil foi popularizada na Europa e nos E.U.A pelo médico francês Frédéric Leboyer e divulgada de um modo mais sistemático por Vimala McClure.

 

Vimala McClure aprendeu as técnicas de massagem infantil num orfanato indiano onde trabalhou no início dos anos 70. No final dessa década McClure desenvolveu os primeiros programas de formação para instrutores de massagens e em 1986 fundou a International Association of Infant Massage (IAIM).

 

Têm sido realizados vários estudos que salientam vários benefícios da massagem infantil, como por exemplo: ajudar a aliviar as cólicas, aumentar o vínculo afectivo, relaxar o bebé e os pais, etc. De acordo com Tiffany Field, directora do Touch Research Institutes (TRI) do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Miami: “Os bebés ganham mais peso, dormem melhor e relacionam-se melhor com os pais. As suas ondas cerebrais indicam um maior grau de alerta e aprendem mais rapidamente.”

 

Segundo um estudo recente efectuado por uma equipa de investigadores da Universidade de Warwick, que avaliou pesquisas clínicas sobre o impacto da massagem em bebés com menos de seis meses, a massagem melhora os padrões de sono, acalma o choro, pode diminuir a presença de hormonas associadas ao stress, como o cortisol e pode melhorar a interacção entre mãe e bebé.[4]



[1] http://iaim.net

[2] http://www6.miami.edu/touch-research

[3] Psychology Today (“Touching News” – An interview with Tiffany Field, founder of Touch Research Institutes, explains why healing is all in our hands”.)

[4] Universidade de Warwick

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *