Ciência da Amamentação

Joana Andrade escreveu um artigo sobre amamentação que foca dados essenciais para demonstrar os benefícios do leite materno.

Segundo a Unicef, a protecção concedida pelo leite materno é muito ampla, abrangendo, entre outras doenças, as infecções respiratórias, as gastroenterites, a asma, a leucemia infantil, as otites, a obesidade e a síndrome de morte súbita. Nunca é demais frisar que o leite materno protege a criança, prevenindo doenças e reduzindo a mortalidade. O artigo destaca estes aspectos positivos da amamentação de um modo sucinto. 

A rematar o texto está uma chamada de atenção para uma perspectiva “economicista” da questão que, não podendo ser o motivo fulcral para amamentar, não deixa de ser curiosa. Passamos a citar:

“Amamentar não custa dinheiro nenhum e, por isso, «constitui uma enorme poupança», realça ainda Luís Magão [pediatra e presidente da Comissão Nacional da Iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés]. É que utilizar leite artificial tem os seus custos: conte com cerca de 100 euros de equipamento e adicione-lhes 402 euros para leite «normal» e 594 euros para bebés com perfil alérgico. Quando o bebé alcançar seis meses, você já lavou, esterilizou, preparou, aqueceu e deu cerca de 1.134 biberões…”

 

in  Saber Viver n.º 85, Julho 2007, pp. 104-105.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *