Confederação Internacional de Parteiras debate partos naturais

«A criação de uma norma de procedimentos a adoptar, na Europa do Sul, para a realização de partos naturais é o objectivo do encontro da Confederação Internacional de Parteiras, que tem lugar quinta-feira no Porto.

[…] A importância de confiar nos processos naturais, nos mecanismos do corpo feminino e nas competências das enfermeiras obstetras (vulgo parteiras) são alguns dos temas em discussão.
O direito das grávidas a estarem informadas para poderem fazer opções conscientes sobre o seu parto, as vantagens de um parto natural e espontâneo (não induzido) e de dar à luz sem intervenção cirúrgica e sem medicação são outros dos assuntos em debate.
Os partos domiciliários, o papel da água no trabalho de parto, a importância do apoio interpessoal e do aconselhamento da mulher no período pré-natal e no pós-parto também vão estar em análise no encontro da Confederação Internacional de Parteiras, que reunirá no Porto representantes de Portugal, Espanha, Itália, França, Grécia, Malta e Chipre, revelou Vítor Varela [enfermeiro obstetra no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, e representante dos países do Sul da Europa na Confederação Internacional de Parteiras]

Fonte: PUBLICO.PT

Para mais informações visite:

http://www.apeobstetras.org/

http://www.internationalmidwives.org

http://www.midwives2008.org

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *