Prémio YouTube para as gargalhadas de um bebé

O YouTube anunciou no passado dia 21 de Março os Prémios YouTube para os melhores vídeos de 2007. O público do YouTube votou em 12 categorias e elegeu os melhores vídeos em cada uma delas.

Em primeiro lugar na categoria “Vídeo mais adorável” ficaram as gargalhadas do pequeno Ethan, um bebé de nove meses.

As gargalhadas de Ethan são realmente irresistíveis e contagiantes. Divirta-se:

Porquê comprar uma cadeira-auto babycoque com base?

“A base aumenta a segurança e a facilidade de instalação da babycoque no carro. Uma vez fixa na base, a babycoque está sempre bem posicionada. Com um gesto simples, ajusta o cinto de segurança e pode viajar em segurança.”

Fonte: Bébé Confort

Chegou a Primavera ZAPP

O Zapp tem cores primaveris. O Zapp é um pequeno grande carro. Com capota, sem capota ele é carrinho modular, com uma Cabrio, ou carrinho de passeio. Vai para todo o lado. Casa connosco.

6 Zapp da Maxi-Cosi

 

Veja um Zapp Citro em todo o seu esplendor: Joaninha aos comandos de um Zapp Citro

Os bebés podem aprender a ler?

«Não, nunca.
Nunca se viu nenhum bebé a ler.
Então, se os bebés não podem aprender a ler, por que razão devemos dar e ler livros aos bebés?
Porque ler não é fácil, e para se aprender uma tarefa difícil é preciso ter vontade de aprender e praticar muito.
Devemos dar livros aos bebés para criar a curiosidade e o desejo de saber o que dizem os livros.
O bebé aprende a falar porque ouve as outras pessoas a falarem. Para aprender a ler é necessário que veja e ouça as outras pessoas a lerem.»*

No “Dia da Poesia” leia um poema ao seu bebé. Uma lengalenga. Um poema ritmado sem rima. Uma prosa poética. Duas linhas grávidas de sons. Três onomatopeias cheias de centopeias… Não interessa o quê – leia.

*Fonte: Porquê Ler ao Meu Bebé?, Associação de Professores de Português e Associação de Profissionais de Educação de Infância,  2004 Edições Gailivro.

Um dia múltiplo

Há sempre um “dia mundial” para comemorar a cada dia que passa. Nem todos têm a mesma divulgação, nem todos são celebrados com a mesma pompa e circunstância.

Hoje, para não variar, é um dia múltiplo:

Hoje é o dia em que se incrimina quem discrimina (Dia Mundial contra a Discriminação Racial), é o dia em que se promove a diversidade (Dia Mundial do Síndrome de Down), é o dia em que muitas crianças plantam a sua primeira árvore (Dia Mundial da Floresta), é o dia para quem não anda a dormir (Dia Mundial do Sono), é um átimo de pó na seta do tempo (Dia Mundial da Poesia) e é naturalmente o primeiro dia da Primavera.

Porque não podemos falar de tantos dias num dia só deixamos aqui o vídeo comemorativo do Dia Internacional do Síndrome de Down (disponibilizado por DFDOWN):

Dia do pai

«Podem estar ausentes por qualquer motivo, mas são únicos e sabemos que, apesar das contrariedades da vida, nos amam como somos. São pais e, por isso, amigos e confidentes. O pai que cria, que dá amor, que nos aconchega nas noites frias de Inverno, que nos pousa a mão na cabeça e diz “confia”, que acredita (apesar de todos os nossos defeitos) que somos os melhores do mundo. A homenagem é para eles. Para os pais que realmente amam – e não os que preferem ignorar um filho ou maltratá-lo, pondo em causa o real valor da paternidade.
Para todos os pais (para aqueles que vêem nos filhos a luz da vida), só para eles, o Dia do Pai faz sentido.
Se é de amor incondicional que se fala quando se fala da condição de pai, então evocá-lo no dia que o calendário litúrgico consagra a S. José faz todo o sentido. É já amanhã. […]

A 19 de Março celebra-se o Dia do Pai, numa homenagem especial a todos os pais do mundo, sob a figura tutelar de S. José, pai de Jesus. O culto a São José começou no século IX. Não se sabe ao certo a data em que José nasceu ou morreu, mas o papa Gregório XV, em 1621, referiu a data de 19 de Março como a da sua morte. E assim ficou na história o Dia de S. José, que depois se transformou em Dia do Pai.
[…] celebra-se amanhã. Não se esqueça…»

Fonte: As Beiras