O toque materno ajuda a minimizar o sofrimento dos bebés prematuros

Um estudo canadiano realizado com 61 recém-nascidos com 28 a 31 semanas de gestação, sujeitos a procedimentos dolorosos, como injecções, afirma que mesmo os bebés muito prematuros também beneficiam do contacto directo com a pele das suas mães durante esses actos médicos.

Os investigadores avaliaram a severidade da dor utilizando uma escala que mede os batimentos do coração, a saturação de oxigénio do sangue e indicadores comportamentais tais como expressões faciais.

O levantamento efectuado na McGill University de Montreal mostrou que os bebés que estiveram em contacto directo com a pele da sua mãe recuperaram da dor de procedimentos invasivos em um minuto e meio, enquanto que os que estavam em incubadoras sofreram por mais de três minutos.

Fontes: New York Times e BBC 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *