Comissário europeu quer aumentar licença de maternidade para 18 semanas

«O comissário europeu do Emprego e dos Assuntos Sociais, Vladimir Spidla, pretende aumentar a licença de maternidade de 14 para 18 semanas na União Europeia, devendo apresentar um projecto de directiva a 8 de Outubro.
Segundo noticia hoje o jornal alemão “Wirtshaftswoche”, o projecto prevê o pagamento da totalidade do salário durante toda a licença de maternidade.
Vlaidmir Splida, da República Checa, argumenta com a igualdade de oportunidades e a necessidade de melhorar a condição feminina, acrescenta o jornal. “Uma licença de maternidade mais longa terá um efeito positivo na relação com a criança e poderá ajudar as mulheres a tornarem-se mais activas” no mercado de emprego, segundo o projecto. […]»

Fonte: Público Online, 31-08-2008

Massagem traz equilíbrio e bem-estar às crianças

«Massagem não é coisa só de gente grande. Pediatras e terapeutas corporais indicam sessões para os pequenos em alguns casos, como hiperatividade, dores no corpo, intestino preso e ansiedade. O tratamento alternativo, porém, é visto por especialistas como complemento, não como substituto de remédios ou consultas médicas.

“A massagem é um ótimo coadjuvante. Exercícios assim são bons para relaxar e amenizam as dores no corpo”, afirma o pediatra Fernando Tavares.

[…] Dois quadros costumam levar as crianças para as salas de massagem. O primeiro é quando os pais querem aprender a fazer os movimentos para melhorar a relação com os filhos.

O outro caso é o tratamento de distúrbios específicos, sejam neurológicos ou fisiológicos, como bronquite, asma, intestino preso e urina solta.

Segundo a psicopedagoga Claudia Regina Passos, terapeuta corporal especializada em crianças, tratar os pequenos com massagem traz muitos benefícios: fortalece o sistema imunológico, acalma os mais agitados e dá ânimo aos que sofrem de apatia. “É sempre benéfico, seja qual for a técnica”, avalia a profissional.

[…] Para que o efeito seja positivo, é imprescindível que os responsáveis acompanhem de perto as atividades. “Após algum tempo, os pais relatam melhora até na concentração e no desenvolvimento escolar”, afirma a terapeuta corporal Luiza França, que trabalha com crianças há mais de três anos. […]»*

Para ler mais artigos sobre massagem infantil e para saber mais sobre os cursos de massagem para bebés que decorrem na Bébé Confort Coimbra aceda aqui.

*Fonte: Folha de São Paulo Online (27-08-2008)

Manual para contrariar a tendência para adoptar o bebé ideal

«Até ao final de 2008, vai ser lançado um Manual de Formação para Candidatos a adoptantes de crianças e jovens. De poucos meses, brancos, saudáveis e do sexo feminino. O “bebé ideal” impede mais adopções.

Os organismos e serviços que funcionam na área da adopção em Portugal decidiram elaborar um guia de formação, tanto para os que pretendem ser pais adoptivos, como para os que já o são.

[…] “A esmagadora maioria dos candidatos à adopção são casais com história de infertilidade”, muitos dos quais se submeteram a técnicas de fertilização, tendo optado pela adopção ao mesmo tempo ou depois de desistirem dos métodos facultados pela procriação medicamente assistida.

Estes casais pretendem, por isso, “a criança que não puderam gerar pela via natural, ou seja a criança de tenra idade” e a sua motivação principal prende-se com “o desejo legítimo à realização da parentalidade”.

O perfil destes candidatos faz com que, dos 2363 inscritos até ao final de Junho, 2305 queiram adoptar crianças até aos três anos. Destes, 1261 aceitam receber até aos seis anos, mas 1044 só deseja que lhe entreguem um bebé até aos 36 meses de idade.

[…] “Apenas um grupo menor de candidatos” não se importa de ter “uma criança de idade mais avançada, portadora de doença ou de raça diferente da sua” e que tenha irmãos também em situação de adoptabilidade.

O relatório refere igualmente que “através de acções de informação/formação” a médio prazo talvez seja possível “ajudar os candidatos a descentrar-se da criança bebé que não puderam ter” e a querer, simplesmente, um filho sem indicar requisitos especiais.

Quase 1200 crianças estão já em processo de adoptabilidade. É o que indicam as listas nacionais de adopção no final de Junho.

Destas 1190, a maioria (1065) já se encontrava inserida nas novas famílias: 452 com a adopção já decretada pelo tribunal e 613 em fase de pré-adopção (nos seis meses que distam entre a entrega da criança e a declaração do juíz) e 125 estavam em vias de integração. […]»

Fonte: Jornal de Notícias

Gravidez exige cuidados com stress, alimentação e vacinas

«[…] O ginecologista Flávio Garcia de Oliveira, autor do livro “Receitas para Grávidas”, ressalta a importância da alimentação nesse período. “Em cada fase da gestação, o que for ingerido pela grávida será fundamental para a formação do bebê. A mãe é a única fonte de nutrientes da criança nesse período”, afirma.

Para o ginecologista Eliezer Berenstein, além da alimentação balanceada, é importante distribuir as refeições durante o dia. “A gestante deve fazer várias refeições ao dia, diminuindo, assim, o aparecimento daquela incômoda azia e dos problemas digestivos tão conhecidos e indesejados dessa fase”, diz. Berenstein é um dos autores do livro “Gerar e Nascer – um canto de amor e aconchego”, ao lado do pediatra Yechiel Moises Chencinski.

Às mamães de primeira viagem, o pediatra Chencinski explica que o estresse também pode ser sentido pelo bebê. “O bebê ‘mora’ no útero de sua mamãe durante a gestação. Nesse período, portanto, ele está submetido aos mesmos fatores estressantes que podem agredir física ou psicologicamente essa gestante. As alterações físicas causadas pelo estresse, como aumento da pressão arterial, taquicardia, insônia e alterações digestivas, podem interferir de forma prejudicial no desenvolvimento do bebê”, afirma. […]»

Fonte: Globo

Um bebé que se tornou famoso graças aos Nirvana

«[…] Não fez nada para aparecer numa das mais famosas capas de discos de sempre, mas acabou por se tornar numa mini-celebridade à conta disso.
Spencer Elden, o rapaz americano que aos três meses foi fotografado para a capa de Nevermind , dos Nirvana, tem agora 17 anos e um estranho estatuto de “anónimo famoso”.
“É um bocado assustador que tantas pessoas me tenham visto nu”, afirmou Spencer Elden em entrevista à MTV. “Sinto-me a maior estrela porno do mundo!”.
De acordo com um artigo recente do jornal Público, pela aparição na capa de Nevermind Spencer Elden recebeu 200 dólares, um disco de platina como recordação e um urso de peluche.
O bebé “aterrou” na icónica capa de forma perfeitamente acidental: os seus pais eram amigos do fotógrafo que trabalhava com os Nirvana nessa altura, Kirk Weddle.
“Queres fazer 200 dólares e atirar o teu miúdo à água?”, sugeriu o fotógrafo ao pai do bebé. A criança foi então fotografada debaixo de água (a nota e o anzol foram colocados na imagem posteriormente) e os pais de Spencer Elden só perceberam o uso que tinha sido dado à foto quando, três meses depois, viram o seu filho num grande cartaz.
Em 1994, Kurt Cobain e Courtney Love afirmaram que gostariam de convidar o bebé de Nevermind para jantar, quando ele fosse mais velho – plano inviabilizado pela morte do líder dos Nirvana, meses mais tarde.»

Fonte: Blitz

Um bebé salvo por uma fralda descartável no Recife

«A criança de um ano e meio que caiu do terceiro andar do prédio onde mora na última terça-feira (25), em Recife (PE), e foi salvo pois a fralda descartável ficou enroscada e amorteceu a queda recebeu alta às 10h deste sábado, segundo o hospital Memorial São José, em Recife.

O bebê estava internado desde a noite em que caiu do terceiro andar do prédio. Segundo o hospital, o menino sofreu apenas uma fratura no fêmur esquerdo e em quatro costelas.

A Polícia Civil informou que deve indiciar a mãe da criança. Segundo o delegado Carlos Onofre, que investiga o caso, a mãe foi “relapsa” ao deixar a criança no sofá encostado sobre uma janela aberta, sem grade e sem proteção. “Vi como um descuido muito forte. Ao deixar o sofá naquele lugar, ela assumiu o risco de produzir o resultado”, afirmou. […]»

Fonte:  Folha de São Paulo Online, 30/08/2008

Higienização bucal deve ser feita a partir dos três meses de vida

«Por volta dos três meses de idade, os bebês já precisam de limpeza na boca. Apesar de ainda não terem dentes, é nessa fase que os pais podem prevenir futuras cáries, com alguns cuidados na higienização bucal.

O cirurgião-dentista Sérgio Eduardo Liberman explica a importância deste procedimento e ensina como deve ser feito.

[…] Para fazer a limpeza é necessário usar gaze ou fralda limpa molhada em água, para depois passar por toda boca, inclusive na gengiva, bochechas e língua.

Segundo o especialista esse hábito deve ser repetido sempre depois das refeições, mesmo se a criança estiver dormindo.»

Confira o vídeo na Folha de São Paulo Online (27/08/2008)

Um bebé que pode vir a fazer história sobre os direitos de autor na internet

«No ano passado, a norte-americana Stefanie Lenz filmou o seu filho de 13 meses a dançar ao som de Prince e colocou o vídeo no YouTube. Alguns meses depois a Universal entregava um pedido para a remoção do vídeo, com o argumento de que o som de Prince violava os seus direitos. Mas Stefanie Lenz protestou e seis meses depois conseguiu que o seu vídeo fosse recolocado no site de partilha. O argumento utilizado foi o uso razoável, ou fair use no termo original. Um juiz da Califórnia deu agora razão a Stefanie Lenz e deliberou que as empresas devem avaliar o uso razoável das suas obras antes de fazerem um pedido de remoção.»*

 

*Fonte: Público, 22-08-2008

Subsídios para a avaliação dos Subsídios de Maternidade

«Cavaco Silva pediu mais políticas de incentivo à natalidade. E Sócrates respondeu há um ano com novos apoios. No primeiro semestre de 2008 as beneficiárias do subsídio por maternidade aumentaram 12% em relação a igual período de 2007. […]

A estatística, publicada na página da internet da Segurança Social, revela também uma diminuição acentuada – e constante desde 2001 – nos pedidos de subsídio por maternidade nas mulheres até aos 29 anos. E uma incidência maior no processamento do apoio nas mulheres entre os 30 e os 49 anos. […]

“As pessoas têm filhos cada vez mais tarde. E poucos arriscam ter mais do que um filho”, assegura Octávio Cunha, director da unidade de cuidados intensivos neonatais e pediátricos do Hospital de Santo António, no Porto. “A maternidade tardia resulta de uma mudança social – a mulher já não é a fada do lar; tem a sua carreira; da terrível pressão que os empregadores exercem sobre quem engravida; do facto de as mulheres continuarem a ter salários mais baixos do que homens em funções idênticas; e da crise económica, que inibe a procriação. Ter um filho implica custos durante quase 30 anos”.

O pediatra não acredita no efeito positivo dos subsídios como incentivo à natalidade. “As famílias estão sobreendividadas e usam esse dinheiro para pagar os empréstimos da casa ou do carro”.»*

*Fonte: Jornal de Notícias, “Subsídios de maternidade aumentam 12% num ano

Mãe da neta, avó da filha – Japonesa de 61 anos dá à luz a própria neta

«Uma mulher de 61 anos tornou-se na japonesa mais velha a dar à luz, depois de servir de mãe de aluguer para a sua filha estéril, noticiou sábado a imprensa nipónica.

A mulher ficou grávida com 60 anos e deu à luz a sua neta aos 61, batendo o recorde anterior de outras duas mulheres japonesas de 60 anos, que foram mães depois de uma doação de óvulos e um processo de fertilização.

O diretor da maternidade de Suwa, Yahiro Netsu, assegurou que a mulher e a criança encontram-se bem de saúde.

Em Abril, o Conselho de Ciência do Japão pediu a proibição de gestações de aluguer e sugeriu que casais e médicos envolvidos neste tipo de procedimentos fossem punidos.

Yahiro Netsu ressalvou que as mães de aluguer são muitas vezes a única esperança para as mulheres estéreis que desejam ter um filho.

O Ministério da Saúde japonês, a Associação japonesa de Obstetrícia e o Conselho de Ginecologia e Ciência do Japão são contra este tipo de procedimentos.»

Fonte: Diário Digital de 24/08/2008