A gravidez nas telenovelas

image

«Seja qual for a perspectiva em que se veja a questão, nas telenovelas ou nas soap-operas, como lembra Munford (1995), a gravidez é algo que acontece com as mulheres e que está, portanto, além do seu controle. A gravidez é sempre vista com passividade. Apesar de serem aptas a descobrir os sintomas de gravidez por elas mesmas, as personagens jamais se dão conta do fato. Elas freqüentemente vão ao médico por conta de sintomas vagos, como náusea, fadiga ou tontura, mas dificilmente notam a ausência do período menstrual e deduzem por elas mesmas a sua condição. Tais “plots” reproduzem a “ignorância” das mulheres sobre seu sistema reprodutivo ou sobre os métodos contraceptivos. Nas telenovelas, somente as vilãs parecem se dar conta de que tais métodos existem e sempre os utilizam de forma moralmente condenável.»

Fonte: “O fascínio de Scherazade: os usos sociais da telenovela”, Roberta Manuela Barros de Andrade, Annablume, 2003, (pág. 83).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *