Mulher tem mais risco de depressão na gravidez e pós-parto, diz estudo

«A enfermeira especializada em psiquiatria Valéria Feitosa concluiu em sua dissertação de mestrado que a gestação e o pós-parto são os períodos da vida da mulher em que ela mais sofre de depressão. Segundo informações da agência USP de Notícias, no estudo defendido em novembro na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP, Valéria explica que entre os fatores de risco para as mães estão rotina alterada e falta de apoio à gravidez.

A primeira ou segunda gestação, além da gravidez indesejada, também podem contribuir para o surgimento da depressão. Já na depressão pós-parto, os fatores são: não ter religião, ter um companheiro desempregado, ter tido depressão na gestação, não receber suporte do Sistema Único de Saúde (SUS), não receber ajuda para cuidar do recém nascido e não receber ajuda do companheiro. “A rotina da mulher muda, muitas vezes ela não tem condições financeiras ou apoio da família. E ainda há as dificuldades com os hormônios”.»
Fonte: Agência Estado 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *