Uma mulher nua, um cavalo negro ou um bebé a sorrir

«Há uma lei publicitária que diz que as coisas que mais chamam a atenção num outdoor são uma mulher nua, um cavalo negro ou um bebé a sorrir. Claro que o meu sonho é fazer um cartaz com uma mulher nua a cavalgar num cavalo negro com um bebé sorridente ao colo. Infelizmente, não encontrei até hoje um cliente que aprovasse uma peça como esta.»Fonte: Edson Athayde in “A Publicidade Segundo o meu Tio Olavo”

Roteiro de Saúde Materno-Infantil para Imigrantes

“De 19 a 31 de Janeiro, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, o ACIDI, I.P. e a Câmara Municipal de Lisboa, em parceria com diversas Juntas de Freguesia, Comunidades Religiosas, Associações de Imigrantes e Organizações de Solidariedade Social, promovem um Roteiro de Saúde Materno-Infantil especialmente dirigido a imigrantes. Se é imigrante, está grávida ou é mãe de família, não perca a oportunidade de receber apoio ao nível da sua saúde. Trata-se de uma acção de promoção da saúde para famílias imigrantes, em particular as crianças e as grávidas, com ou sem situação regularizada. Todos os imigrantes têm direito à saúde em Portugal, qualquer que seja a sua situação. Por isso, se é imigrante ou conhece imigrantes que precisem de acesso à saúde, em especial crianças e grávidas, aproveite os meios que estão colocados à disposição das famílias imigrantes nas últimas duas semanas de Janeiro.Nessas duas semanas, serão criadas duas unidades móveis de rastreio em Lisboa: uma de Saúde Materna no Socorro (junto à Igreja de Nª Srª da Saúde) e outra de Saúde Infantil no Largo dos Anjos.Será também distribuida informação sobre Saúde da Grávida, Saúde na Infância e Acesso aos serviços de saúde».”Fonte: ACIDI

Banco Público de Células do Cordão Umbilical

“O futuro Banco Público de Células do Cordão Umbilical assentará na dádiva e vai funcionar num sistema universal, em que todos poderão recorrer às células estaminais armazenadas, apurou a Renascença.[…] Ouvido pela Renascença, o Professor Agostinho Almeida Santos, especialista em genética, espera que impere o altruísmo entre os portugueses, para o que banco público possa ter sucesso.O antigo director dos Hospitais da Universidade de Coimbra explica que, ao contrário dos privados, os bancos públicos não garantem exclusividade no uso das células estaminais, que podem ser doadas a outra criança que precise para tratar uma doença.”Fonte: Rádio Renascença, 15-01-2009 

Maxi-Cosi e Bébé Confort 2009

Só se vive uma vez e por isso, o conselho é desfrutar. Cada vez mais, mulheres e homens desejam explorar o mundo juntos com os seus filhos e sem stress e preocupações. Quer trabalhemos ou sejamos mães a tempo inteiro, o automóvel é um elemento imprescindível na nossa vida agitada.

As novas colecções da Maxi-Cosi e da Bébé Confort de 2009 oferecem uma gama de cadeiras auto e de carrinhos de bebé com desenhos e materiais novos. Acima de tudo, design funcional e bonito que torna o desfrutar muito mais divertido.

André Sardet foi pai de um menino – o Afonso

«O cantor André Sardet foi pai pela segunda vez. O pequeno Afonso nasceu às 18h52 de terça–feira, com 3,090 quilos e 50 centímetros, na Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra. “É óptimo ser pai outra vez.

O amor não se divide, dobra-se’, garantiu ontem André Sardet, revelando que o parto ‘correu bem, foi tranquilo e natural’. O bebé, que é ‘muito calminho’, é o segundo filho do cantor com a engenheira civil Catarina Dutra. Também a primeira filha do casal, Maria, de quatro anos, já conhece o mais novo elemento da família. ‘Ela ainda está na fase em que acha que o irmão é um ‘nenuco’’, contou Sardet.»

 Fonte: Correio da Manhã, 08/01/2009 

O pai quer ter um menino? Consulte a árvore genealógica.

Corry Gellatly examinou as histórias de 900 famílias americanas e europeias desde 1600 e encontrou indícios de que “os homens têm um gene que determina a percentagem de cromossomas X e Y no seu esperma, e que o gene vem em três alelos, ou versões. Um produz maioritariamente cromossomas X, outro cromossomas Y, e um terceiro igual número de ambos.” (1)
“«O gene é transmitido pelos pais, o que faz com que alguns homens tenham mais filhos e outros mais filhas», afirma o cientista. «Isso pode explicar por que é que existe um certo equilíbrio entre os sexos numa população».
Sabe-se, por exemplo, que em muitos países que participaram das duas Guerras Mundiais houve um aumento repentino no número de nascimentos de meninos logo a seguir. Segundo o cientista, isso pode ter ocorrido porque era mais provável que homens com mais filhos, que portanto herdavam a capacidade de ter também mais filhos homens, vissem ao menos um deles voltar vivo das batalhas, ao passo que os que tinham mais meninas podiam acabar por perder os seus poucos filhos homens – que teriam a capacidade de gerar mais meninas.” (2)

Em, suma, este estudo publicado na revista Evolutionary Biology, parece sugerir que alguns homens poderão ser mais propensos a ter meninos do que meninas, e vice-versa.

Para os homens que pretendam antecipar qual será o sexo mais provável do seu bebé, o melhor é consultar a sua árvore genealógica.

Fontes: (1) New York Times, 05/01/2009; (2) BBC, 11/12/2008

Novos preços das cadeirinhas com IVA a 5%

Cabrio Tango RedAs cadeiras para transporte de crianças em automóvel com preço alterado, devido à aplicação da taxa de IVA reduzida de 5%, são as seguintes:

ALCOFAS: Alcofa Windoo, Alcofa Buzz

GRUPO 0+: CabrioFix, CréatixFix, StreetyFix

GRUPO 1: Axiss, Iseos Neo, Iseos TT, Iseos Isofix, Tobi, Priori XP, Priorifix

GRUPO 2/3: Moby, Rodi XR

GRUPO 1/2/3: Trianos

Cinco bebés deram boas-vindas ao novo ano em Coimbra

Nas primeiras horas de 2009, nasceram quatro bebés na Maternidade Bissaya Barreto.
Na Daniel de Matos,a madrugada foi mais calma: nasceu apenas a Maria Inês.

Maternidade Bissaya Barreto, 1h48 da madrugada. O pequeno André Filipe anunciava a sua chegada com o choro mais esperado. Depois de pouco mais de três horas de trabalho de parto, Elizabete Rodrigues respirou de alívio e deu as boas-vindas a 2009 da melhor forma, saudando os três quilos do seu bebé, que vem fazer companhia ao mano de cinco anos.
Aliás, nesta família de Ansião, os meninos reinam. Aos dois de Elizabete, há a acrescentar dois primos, um deles também ainda bebé, que quiseram ser os primeiros a ver o mais novo elemento do “clã”, que, é, nem mais nem menos, do que o primeiro bebé de 2009 a nascer no distrito de Coimbra. Antecipou-se em dois dias à data prevista, conta a mãe ao Diário de Coimbra, enquanto muda a fralda do primeiro “cocó” do recém-nascido.
Elizabete, operária fabril, e Joaquim, pedreiro, não podiam estar mais felizes com o bebé, mas, ao que parece, já não pensam em tentar a menina. Afinal, a crise toca a todos.
Mesmo na cama ao lado, vivia-se a alegria da maternidade pela primeira vez. Também de parto normal, às 5h45, nascia o Tomás, o segundo dos quatro bebés a nascer na Maternidade Bissaya Barreto nas primeiras horas do novo ano.
Com 3.260 gramas, Tomás é o primeiro filho de Fátima, técnica administrativa, e Nuno, operador de máquinas, residentes em S. Martinho do Bispo. Previsto para 12 de Janeiro, decidiu antecipar-se e, quando faltavam poucos minutos para a meia-noite, a mãe teve mesmo de dar entrada na urgência e despedir-se do ano de 2008 em trabalho de parto. Nada que tenha desgostado os pais: «É um dia bonito. É para começar bem o ano», adianta Nuno ao Diário de Coimbra, enquanto a enternecida avó recorda que no primeiro dia de Janeiro se celebra a Paz.

Só um bebé na Daniel de Matos
Se na Maternidade Bissaya Barreto, a madrugada foi agitada, o mesmo não se pode dizer na Maternidade Dr. Daniel de Matos. Ao longo da madrugada, a pequena Maria Inês foi a única que decidiu vir ao mundo. Com 2,790 gramas, é a segunda filha do casal de Oliveira do Hospital e revelou-se um verdadeiro “relógio”, já que no dia 31 de Dezembro, a mãe Célia, completava as 40 semanas de gestação.
Ontem, pouco depois da hora de almoço, já nem parecia que tinha passado por um trabalho de parto «complicado». Célia Pires, de 30 anos, deu entrada na maternidade ainda no dia 30, mas só no último dia de 2008 entrou em trabalho de parto.
Um processo completamente diferente do do seu primeiro filho, o Diogo de três anos, que nasceu de cesariana e sem que a mãe chegasse a sentir as dores das contracções. «Esta é como se fosse o primeiro», conta.
Distintos parecem também os feitios de Maria Inês e do mano Diogo. «Ele é muito traquinas», enquanto ela, pelo menos, no primeiro dia de vida, «é muito sossegadinha, só a vi chorar uma vez», acrescenta a mãe.
Célia sempre achou que o dia de Natal e do de Ano Novo não eram os ideais para ter filhos, «porque já são tantas festas», no entanto, a chegada da sua Maria Inês fê-la mudar de ideias. E quando se ouve em todo o lado que 2009 vai ser um ano difícil, ainda pior do que 2008, esta mãe só pensa positivo. «Comecei bem o ano», conclui orgulhosa, com a filha ao colo.»”

Fonte: Diário de Coimbra

Os primeiros bebés de 2009

«A nível nacional, o título de “bebé do ano” foi repartido por várias crianças que, pelas notícias da Agência Lusa, nasceram nos primeiros segundos do ano.
Com efeito, segundo informações de fontes hospitalares à Agência Lusa, pelo menos três meninas nasceram ontem às 00h00: duas na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa e outra na Maternidade Júlio Dinis, no Porto.
Em Lisboa, nasceram em simultâneo uma menina com 2.285 gramas, cuja mãe, Susana, tem 38 anos e de 2.975 gramas, e a mãe, Carla, tem 25 anos, disse uma responsável da Maternidade Alfredo da Costa.
Na Maternidade Júlio Dinis, no Porto, nasceu às 00:00 uma menina com 3.920 gramas, filha de Ana Raquel, de 21 anos.
Mais tarde, às 00:44, nascia a primeira criança deste ano no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, um rapaz com 1.920 gramas, cuja mãe, Cláudia, tem 25 anos.
À 01h08, em Almada, nascia no Hospital Garcia de Orta um rapaz com 2.630 gramas, filho de Tânia, de 33 anos.
No Hospital de São João, no Porto, o primeiro bebé a nascer em 2009 foi um rapaz com 3.912 gramas, à 01h50, filho de Cláudia, de 25 anos.»

Fonte: Jornal da Madeira