Portugal é o 11º país mais velho do mundo

«A ligeira subida da taxa de natalidade não atenua o declínio da população, agravado pela falta de atractividade do país.

A taxa de natalidade em Portugal aumentou, mas não o suficiente para descansar os especialistas. No ano passado, registaram-se mais dois mil nascimentos do que em 2007. Se é certo que é a primeira subida da taxa de natalidade registada em cinco anos, também é verdade que não servirá para atenuar o declínio que se verificou até 2007. […]»

«[…] O número de portugueses com mais de 65 anos já supera os que têm até 15 anos. Quando tanto se fala do que deixamos às próximas gerações, aí está um problema – a natalidade – que deveria estar no centro do debate político.

[…] Qual a viabilidade de um país com cada vez mais velhos e cada vez menos jovens? A resposta a esta pergunta deveria constar dos programas eleitorais que vão ser colocados à discussão para as legislativas de 27 de Setembro. Porque não basta continuar a dizer que se vai exigir mais anos de trabalho. É necessária uma política activa de natalidade para inverter a tendência das últimas décadas. Para promover o aumento da competitividade e a sustentabilidade dos sistemas de saúde e segurança social. E isso não se faz, apenas, com mais apoios sociais para quem tem mais filhos.[…]»

Fonte: Diário Económico, 27/07/2009

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *