Enfermeiras da Maternidade Daniel de Matos distinguidas em congresso de enfermagem neonatal

«Célia Bernardino, Maria dos Anjos Lavrados e Conceição Baptista, enfermeiras da Maternidade Daniel de Matos, conquistaram o primeiro lugar nas comunicações orais do IV Encontro Nacional de Enfermagem Neonatal/Pediátrica, realizado a 24 de Outubro na Figueira da Foz. “Internamento nas Unidades de Cuidados Intensivos e o Neurodesenvolvimento do Recém-Nascido Pré-Termo” foi o tema da apresentação que recordou o percurso de cuidados verificado nesta área da saúde e analisou as medidas que são levadas a cabo da maternidade dos Hospitais da Universidade de Coimbra.
Na Unidade de Cuidados Intensivos ao Recém-Nascido (UCIRN) é promovida a presença dos pais (em especial da mãe) e os cuidados da equipa multidisciplinar vão no sentido de minimizar o impacto do mundo exterior nos bebés que nasceram prematuros. «Tentamos aproximar-nos ao máximo do ambiente do útero materno, colocando baixa iluminação na sala das incubadoras, retirando ruídos e minorando as agressões», explica ao Diário de Coimbra Maria dos Anjos Lavrador, enfermeira na unidade desde 1991.
De acordo com a enfermeira, a manipulação do recém-nascido é regrada e está sujeita a intervalos de tempo, para que o bebé repouse o maior número de horas. «Concentramos cuidados e agrupamos intervenções, temos de estar atentos a sinais de stress», sustenta, lembrando que o desenvolvimento neuro-motor saudável é o grande objectivo.
Ao longo dos anos, os procedimentos nestas unidades têm sido alterados, fruto de novos conhecimentos e a UCIRN tem-nos acompanhado. «No início não se valorizava a presença dos pais como hoje», repara Maria dos Anjos Lavrador.
O Encontro Nacional de Enfermagem Neonatal/Pediátrica, promovido pelo Laboratório Abbot, teve por base a defesa dos 50 Anos da Declaração dos Direitos da Criança e pretendeu identificar os “Percursos no Cuidar”. De entre os múltiplos trabalhos apresentados, foram seleccionados cinco para serem apresentados como comunicações orais. As enfermeiras da Maternidade Daniel de Matos foram distinguidas pela Comissão Científica do congresso com o 1º Prémio, no valor de 500 euros.
Uma parte significativa deste dinheiro será, adiantam, doada à unidade onde trabalham, para aquisição de material, no intuito de contribuir para a melhoria do conforto e do bem-estar dos bebés. Um gesto simbólico sublinhado pelo Conselho de Administração dos Hospitais da Universidade de Coimbra, em nota de imprensa.»

Fonte: Diário de Coimbra, 5 de Novembro de 2009

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *