Nobel da Medicina: Ministra da Saúde salienta o reconhecimento pela área da infância e pela importância do problema da infertilidade

«[…] A ministra da Saúde [Ana Jorge] considerou hoje um "bom sinal" a atribuição do Prémio Nobel da Medicina ao britânico Robert Edwards, pioneiro da fecundação in vitro, pelo reconhecimento da importância da área da infância e do problema da infertilidade.

"É um bom sinal. O Prémio Nobel ser dado a alguém para a área da infância, dos bebés, é sempre um bom sinal, de dedicação e reconhecimento da importância de resolver o problema da infertilidade de muitos casais", afirmou Ana Jorge no final de uma visita à Maternidade Alfredo da Costa no âmbito da semana mundial do aleitamento materno.

A ministra lembrou que o primeiro bebé que nasceu por fertilização in vitro "veio revolucionar e criar condições para que muitos casais pudessem ter filhos". […]»

Fonte: dn.sapo.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *