Cem Anos do Brinquedo no Museu da Pedra de Cantanhede

“Cem Anos do Brinquedo” é o título da exposição que está patente ao público no Museu da Pedra do Município de Cantanhede até 27 de Maio de 2012.

Resultado de uma parceria estabelecida entre o Município de Cantanhede e o Museu do Brinquedo de Sintra – Fundação Arbués Moreira, os visitantes podem apreciar diversas colecções num total de centenas de peças representativas da história do brinquedo dos últimos cem anos.

A mostra está organizada em oito grandes áreas temáticas (designadamente as bonecas e barbies, comboios, celulóides (liga plástica usada para o fabrico de brinquedos), telefones, automóveis, soldados, aviões e jogos e livros) e integra quadros expositivos que permitem contextualizar os brinquedos a propósito dos conceitos, valores e referências estéticas subjacentes ao modo como as crianças brincavam em diferentes épocas.

Fontes: Campeão das Províncias, 01/03/2012 e CNotícias

Malas de Maternidade e Acessórios Pasito a Pasito

Breve apresentação dos acessórios da Pasito a Pasito:

Os produtos da Pasito a Pasito são dirigidos a mães actuais que gostam de um toque clássico e que valorizam os detalhes. Com um estilo inconfundível e utilizando materiais de primeira qualidade, a Pasito a Pasito, através da diferenciação, consegue alcançar uma harmonia e uma elegância distintas em cada um dos seus acessórios para bebé e mamã.

Indie Babies: O primeiro olhar

A propósito do documentário “Babies”, a Focus Features comissionou a alguns realizadores independentes, que foram pais recentemente, uma série de pequenas curtas-metragens sobre os seus filhos.

O vídeo “The First” é o resultado da contribuição da realizadora Sara St. Martin Lynne. 

Como filmar um bebé?

Neste pequeno vídeo, o realizador do documentário “Babies”, Thomas Balmès, fala sobre os desafios de filmar quatro bebés, em quatro diferentes locais do mundo, durante cerca de dois anos.

Trailer oficial do documentário “BABIES”

image Este é o trailer do documentário Babies que, durante 79 minutos, retrata a vida de 4 bebés (Bayar, Ponijao, Hattie e Mari) em diferentes locais do mundo (Mongólia, Namíbia, São Francisco e Tóquio). 
O filme foca a cultura, as condições e o local em que os bebés crescem. Ao longo do documentário, assiste-se às descobertas que os bebés vão fazendo e aos pequenos grandes milagres que, de um modo ou outro, se dão na vida de todos eles.