Portugal e a segurança rodoviária das crianças – Estamos todos de parabéns

«Cerca de 18.500 crianças com idades entre os 0 e os 14 anos morreram nas estradas da União Europeia (27), ao longo dos últimos dez anos. Em 2007 apenas, a vida de mais de 1200 famílias foram desfeitas com a perda de um filho morto no trânsito. Uma em cada dez mortes de crianças é resultado de um acidente rodoviário. Os acidentes rodoviários são também uma das principais causas de invalidez entre as crianças, que podem ter um impacto duradouro sobre o seu crescimento físico psicológico.No entanto, há motivo para ter esperança. O compromisso para evitar mortes nas estradas tem vindo progressivamente a aumentar, juntamente com a consciência da necessidade de reduzir outras causas de lesões nas crianças, e as iniciativas estão a começar a dar frutos. A segurança rodoviária das crianças melhorou consideravelmente em todos os 30 países abrangidos pelo PIN [Road Safety Performance Index] durante a década passada. Portugal conseguiu a melhor média anual de redução, de quase 15%, na mortalidade rodoviária entre as crianças, seguido pela França, Eslovénia e Suíça, com pouco mais de 10% e da Irlanda e da Bélgica, com pouco menos de 10%.»

Fonte: PIN FLASH 12, “Reducing Child Deaths on European Roads”Nota: ênfase nosso