Onde posso encontrar a marcação da ECE R44/03 ou ECE R44/04?

ECE R44-04 Todas as cadeira auto da Bébé Confort estão em conformidade com a mais recente norma (ECE R44-04). Procure uma etiqueta branca e laranja que está afixada na parte traseira ou inferior do produto. A secção mostra o código ECE R44/04, os dois últimos números indicam a versão da norma.

Nos modelos antigos, isto pode ser verificado pelo "número de aprovação" sob o pequeno circulo do autocolante. Este número de aprovação começa com 03 ou 04, que representam a norma ECE R44/03 e ECE R44/04.

Quais são as regras para utilização de uma cadeira-auto no avião?

Não existem normas internacionais que regulem a utilização de cadeiras de segurança automóvel para crianças em aviões. Para um bebé até cerca dos 13 meses, uma cadeira-auto poderá facilitar e aumentar a segurança de uma viagem aérea.

20120629_113842 Todavia, a cadeira-auto Pebble da Bébé Confort está homologada para utilização em aviões, de acordo com as orientações da agência de certificação alemã TüV. Esta certificação pode ser comprovada na parte inferior da cadeira. De qualquer modo, deve questionar previamente a companhia aérea sobre a possibilidade de usar uma cadeira-auto no avião. Pergunte à sua agência de viagens ou directamente à companhia aérea, no momento da reserva do bilhete, quais são as regras aplicáveis e as condições da sua utilização.

Pebble avião

A Pebble deve ser instalada, tal como num automóvel, no “sentido inverso à marcha”, mas utilizando, neste caso, apenas o cinto de segurança abdominal do assento do avião. O cinto deve passar nos ganchos azuis e deve ser devidamente tensionado. Se tiver alguma questão específica sobre a instalação, consulte a tripulação de cabine, já que a configuração dos assentos difere em função do modelo do avião.

Maxi-Cosi EasyBase 2

Pebble e EasyBase 2 A Maxi-Cosi EasyBase 2 dispõe de um tensor do cinto que assegura uma instalação extremamente segura. Foi aprovada em conformidade com as mais recentes directrizes da ECE R 44/04, a norma europeia para cadeiras auto de segurança, para ser utilizada em conjunto com a cadeirinha CabrioFix ou Pebble, e é adequada para crianças a partir do nascimento até aprox. 12 meses (Grupo 0+: 0 a 13 kg).

A instalação da base faz-se com o cinto de segurança de 3 pontos e só precisa de ser feita uma única vez: a base permanece no automóvel.

Com a EasyBase 2 deixa de ser necessário colocar o de cinto de segurança na própria cadeira para a instalar.

easybase2_cabrioeasybase2_carro92845 Dorel 2010 MC_3 44733

Algumas sugestões importantes:

• Utilize sempre a cadeira auto para bebés, mesmo nas viagens mais curtas, porque é nestas alturas que ocorre a maioria dos acidentes.
• Não utilize a Maxi-Cosi EasyBase 2 num banco equipado com airbag frontal, pode ser extremamente perigoso. Isso não é aplicável nos chamados “airbags laterais”.
• A Maxi-Cosi EasyBase 2 tem sempre de estar presa com o cinto de segurança do carro e o pé de apoio, mesmo quando não está a ser utilizada. Numa paragem brusca, uma Maxi-Cosi EasyBase 2 solta pode causar danos aos seus ocupantes.
• Certifique-se de que a Maxi-Cosi EasyBase 2 não fique presa ou pressionada por bagagens pesadas, bancos reclináveis ou ao fechar portas.

• No verão as partes de plástico e de metal da Maxi-Cosi EasyBase 2 podem ficar muito quentes, por essa razão, cubra sempre a cadeira quando o seu carro estiver estacionado ao sol.
• Certifique-se de que a bagagem e outros objectos (por exemplo, na parte superior do banco traseiro), que possam causar danos durante um acidente, estejam bem presos.
• No caso de viagens mais longas, faça uma pausa para que a criança tenha alguma liberdade de movimentos.
• Nunca deixe a criança sozinha no carro.
E está claro…
• Dê um bom exemplo e utilize sempre o seu cinto de segurança.

ATENÇÃO! A Maxi-Cosi EasyBase 2 só pode ser utilizada em combinação com a CabrioFix ou a Pebble, a qual é reconhecível pela indicação do tipo na forra ou pelos dois eixos de metal na parte inferior do assento.
Em caso de dúvida, entre em contacto com o fabricante.

A equação da segurança para a Bébé Confort

«Três pessoas, uma catapulta, dez crash test por dia… É esta a equação da segurança para este fabricante [Bébé Confort].

Neste armazém […] a instalação é de “alta tecnologia”.

As cadeiras de criança esperam pacientemente a sua vez nas prateleiras. Em baixo, a famosa catapulta, utilizada para os crash test. Três pessoas trabalham com a catapulta todo o dia, a um ritmo de cerca de dez crash test diários!

Esta manhã, um chassis de um Opel Astra alberga uma cadeira de criança, que será testada frontalmente a 71,33 km/h, ou seja, a uma velocidade muito acima do limiar necessário para a homologação. Quando o teste é executado, não há tempo para fechar as pálpebras.

O carro já está no outro extremo do local! A cadeira e o manequim “passageiro” foram submetidos à colisão, mas todas as configurações parecem estar bem aos olhos dos especialistas. Para nós, simples leigos, é impressionante!

“Recomenda-se a instalação, tanto quanto possível, da criança de costas para a estrada. Existe um verdadeiro problema de aceitação social para tal. Além disso, os veículos não são necessariamente grandes o suficiente ou os cintos não têm o comprimento suficiente …” explica François Renaudin, o incansável chefe de pesquisa para a Bébé Confort.

Segundo ele, são necessários três anos para o desenvolvimento de uma cadeira de criança. “Uma cadeira bem conseguida deve ser desenvolvida desde o início em colaboração entre as pessoas do marketing e os designers adverte François Renaudin, mas depois, os parâmetros relacionados com a segurança são completamente irrevogáveis.”  François Renaudin participa no grupo de trabalho responsável pela elaboração da nova regulamentação.

[…] Quanto aos “testes de consumidor” e aos seus procedimentos «caseiros», François Renaudin não lhes concede mais do que um valor relativo: “A sua colisão frontal tem lugar a 72 km/h. Mas não existe um protocolo escrito sobre esta matéria!! No entanto, estes testes têm o mérito de existir, mesmo se não têm todos justificação quanto à realidade das lesões” admite…»

Fonte: “Chez Bébé Confort, on a la catapulte facile!”, L’Argus, 22 de Maio de 2009.

Norma de Segurança Europeia – cadeiras de segurança automóvel

«O uso de cadeiras auto para crianças menores de três anos é da máxima importância para limitar as lesões em caso de colisão. As investigações realizadas demonstram que, sem a cadeira auto, as crianças correm mais riscos de sofrer lesões graves em comparação com as crianças que viajam numa cadeira auto.

Por isso, a Comissão Económica Europeia considera importante que as crianças estejam bem protegidas em qualquer situação de acidente. A Comissão Europeia investiga actualmente quais as medidas que poderão ser tomadas neste âmbito. As normas serão aplicáveis em todos os estados-membros da União Europeia.

À espera dos resultados desta investigação, a Comissão Europeia estabeleceu, entretanto, a seguinte directiva:

As cadeiras auto deverão ser aprovadas em conformidade com a norma de segurança europeia ECE R44/03, directiva 77/541/CEE ou alterações posteriores das mesmas.

A partir de 9 de Maio de 2009 será proibido o uso ou a venda de cadeiras auto para automóveis que não cumpram com esta directiva. Por isso, verifique a etiqueta cor-de-laranja existente na sua cadeira auto, que indica o número da aprovação.
Na prática, isto significa que as cadeiras auto com a certificação ECE R44/03 ou, ainda melhor, a ECE R44/04, cumprem com a norma. Se a sua cadeira auto apresenta o número de aprovação ECE R44/02 ou ECE R44/01, então será proibida a sua utilização. O mesmo se aplica para as cadeiras auto que tenham sido aprovadas por um Instituto Nacional e não pela Comissão Europeia.

Estas cadeiras auto são extremamente obsoletas e já não oferecem uma protecção adequada. Portanto, para a segurança do seu filho, é importante que verifique sempre a sua cadeira auto!»

Fonte: Maxi-Cosi