Lista dos 40 nomes mais populares em Portugal em 2010

Menina Menino
1 Maria
2
Rodrigo
3 Leonor
4
João
5
Martim
6 Beatriz
7 Matilde
8
Afonso
9 Ana
10 Mariana
11 Lara
12
Tomás
13 Inês
14
Tiago
15
Gonçalo
16
Diogo
17
Francisco
18
Guilherme
19
Miguel
20
Pedro
21 Carolina
22
Gabriel
23
Rafael
24 Margarida
25 Joana
26
Simão
27
Santiago
28 Sofia
29
Dinis
30
David
31
José
32 Diana
33 Francisca
34
Duarte
35 Madalena
36 Rita
37 Sara
38
Lucas
39 Laura
40
André

Se está a pensar em dar um nome popular ao seu filho, ou, pelo contrário, um nome diferente, esta pode ser uma lista útil. O problema é que as opções dos pais vão mudando. Embora não se modifiquem com a mesma rapidez de outros países, as preferências dos pais portugueses também se vão alterando ao longo do tempo, pelo que estas listas estão sempre em constante (des)actualização.

Uma tendência genérica que se poderá retirar desta lista, é a preferência por nomes tradicionais. Apesar disso, há sempre lugar para a diferença: “Quévin, Sophia, Lady, Cloé, Artemiy, Jonatã são algumas das inovações do rol de nomes de 2010, que conta ainda com registos únicos para nomes como Adinalda, Timofio ou Antía”.

Fonte: Jornal de Notícias

Portugal e a segurança rodoviária das crianças – Estamos todos de parabéns

«Cerca de 18.500 crianças com idades entre os 0 e os 14 anos morreram nas estradas da União Europeia (27), ao longo dos últimos dez anos. Em 2007 apenas, a vida de mais de 1200 famílias foram desfeitas com a perda de um filho morto no trânsito. Uma em cada dez mortes de crianças é resultado de um acidente rodoviário. Os acidentes rodoviários são também uma das principais causas de invalidez entre as crianças, que podem ter um impacto duradouro sobre o seu crescimento físico psicológico.No entanto, há motivo para ter esperança. O compromisso para evitar mortes nas estradas tem vindo progressivamente a aumentar, juntamente com a consciência da necessidade de reduzir outras causas de lesões nas crianças, e as iniciativas estão a começar a dar frutos. A segurança rodoviária das crianças melhorou consideravelmente em todos os 30 países abrangidos pelo PIN [Road Safety Performance Index] durante a década passada. Portugal conseguiu a melhor média anual de redução, de quase 15%, na mortalidade rodoviária entre as crianças, seguido pela França, Eslovénia e Suíça, com pouco mais de 10% e da Irlanda e da Bélgica, com pouco menos de 10%.»

Fonte: PIN FLASH 12, “Reducing Child Deaths on European Roads”Nota: ênfase nosso

Mortalidade Infantil em Portugal e nos E.U.A

Portugal é um dos cinco países que mais notáveis progressos fez na redução da taxa de mortalidade desde 1970. No relatório de 2008 “Cuidados de Saúde Primários – Agora mais do que sempre”, da Organização Mundial de Saúde (OMS), salienta-se que “o desempenho de Portugal para reduzir a taxa de mortalidade em várias faixas etárias é dos mais consistentes e bem sucedidos nas últimas três décadas”.

Neste relatório da OMS pode constatar-se que, entre 1970 e 1980, em Portugal a mortalidade perinatal foi reduzida em 71%, a mortalidade infantil em 86%, a de crianças em 89% e a mortalidade maternal em 96%.

A mortalidade infantil (óbitos de crianças nascidas vivas que faleceram com menos de um ano) é sem dúvida um dos indicadores por excelência da qualidade do sistema de saúde e mesmo da qualidade de vida de um país. Apesar de todas as críticas que lhe são feitas, este progresso denota que o acesso aos cuidados de saúde em Portugal tem melhorado substancialmente nas últimas décadas.

Por mais surpreendente que possa parecer, a trajectória de Portugal é exactamente oposta à dos Estados Unidos (E.U.A.), por exemplo. Enquanto em 1960 os E.U.A. ocupavam a 12.ª posição no ranking mundial da mortalidade infantil, Portugal, nesse ano, estava num sombrio 35.º lugar. Segundo dados de 2004 do Centers for Disease Control and Prevention, Portugal passou a ocupar o 10.º lugar nesse ranking e os E.U.A. o 29.º.

Este percurso inverso ainda se torna mais parodoxal quando se consideram as despesas com saúde per capita em Portugal –  1.897$ – e nos E.U.A. – 6.096$.

Segundo a OMS, o progresso registado em Portugal ficou a dever-se à aludida melhoria “no acesso às redes de saúde, que foram expandidas”, a “um compromisso político sustentável” e a “um crescimento económico que permitiu continuar a investir no sector de saúde”.

Nos E.U.A o debate sobre as causas do seu mau desempenho distribui-se por vários temas, desde a obesidade ao consumo de drogas, a falhas generalizadas no sistema de saúde e a um aumento dos partos prematuros (1), muitos dos quais por cesariana (2).

image

1) De 9% de todos os partos em 2000, para 12,7% em 2005;

2) Possivelmente 92% destes partos prematuros adicionais.

Fonte: New York Times, 15/10/2008; Editorial do New York Times, 19/10/2008, Diário As Beiras, 15/10/2008.

As causas da baixa natalidade segundo os portugueses

Um estudo realizado pela Eurosondagem para a SIC, Expresso e Rádio Renascença inquiriu os portugueses sobre aquelas que julgam ser as principais causas da baixa natalidade em Portugal:

«A maioria dos portugueses considera que a situação económica é a culpada da mais baixa taxa de nascimentos de sempre em Portugal.

[…] A segunda causa mais apontada para o facto de pela primeira vez em Portugal, desde 1918, os nascimentos terem sido menos do que as mortes é a instabilidade do mercado de trabalho.
São muito menos aqueles que consideram que a descida da taxa de natalidade é uma consequência do actual ritmo de vida.
A obsessão dos pais pelo bem estar material e pela educação dos filhos é uma das causas menos referidas pelos inquiridos da Eurosondagem, bem como o egoísmo e a ausência de uma política de habitação.
Para a maioria dos inquiridos, a melhor forma de inverter o envelhecimento da população passa por mais medidas de apoio directo à maternidade e à paternidade. […]»

Fonte: Sic Online

Este país é para velhos?

«A tendência não é animadora: o ano de 2007 foi o primeiro em que Portugal registou mais mortes (103 727) do que nascimentos (102 213), se excluirmos o fatídico ano da pneumónica, 1918. Em relação a 2006, a taxa de natalidade sofreu uma redução de cerca de 3000 nascimentos. Cada mulher portuguesa tem hoje uma média de 1,3 filhos – número que não assegura a substituição de gerações. Estima-se que, em 2060, o número de pessoas com mais de 80 anos vai triplicar e que nem os imigrantes, que têm conseguido dar fôlego às sociedades modernas envelhecidas, vão salvar as estatísticas. Noutro pólo, os números da infertilidade não param de aumentar – estima-se que um em cada seis casais tem problemas de fertilidade, o que representa 10 a 15% da população. Consequência disso, nascem todos os anos em Portugal entre 700 a 900 bebés fruto das novas técnicas de reprodução assistida»

Fonte: Correio da Manhã, 28.09.2009 

O futebol é um estádio de alma – EURO 2008 e os horários da loja

«76% dos votantes de um programa televisivo espanhol responderam ao desafio de escolher uma selecção que não fosse a de Espanha. Um programa do canal “LaSexta” está desiludido com a selecção daquele país e a escolha alternativa recaíu sobre…Portugal.*»

Aqui na Bébé Confort Coimbra concordamos em absoluto com a escolha do LaSexta e vamos também apoiar a Selecção Portuguesa, os 23 de Scolari. Por isso mesmo, hoje, a loja encerra às 20h00 em ponto para que todos possamos ver a Selecção Nacional no seu primeiro jogo do EURO 2008, frente à Turquia.

Já agora… aproveitamos para avisar os fanáticos que durante todo o Euro 2008 exibiremos  aqui na loja os jogos transmitidos pela TVI.

*Fonte: RTP 

Concessionários Bébé Confort em Portugal

LOJAS BÉBÉ CONFORT EM PORTUGAL

Para alem do seu concessionário Bébé Confort em Coimbra existem as seguintes “Lojas Bébé Confort” em Portugal:

ALMADA

BEBE CONFORT
C.COM. ALMADA FORUM -1011

COIMBRA

BEBE CONFORT COIMBRA


RUA BROTERO N.28 (Junto ao Estádio)

3030 COIMBRA
239 724 592 / info@bybebe.com

 

LISBOA

BEBE CONFORT
C.C.VASCO DA GAMA LOJA-0.126

MATOSINHOS

BEBE CONFORT
NORTE SHOPPING PISO 0

MONTIJO

BEBE CONFORT
FORUM MONTIJO LOJA 0.20

OEIRAS

BEBE CONFORT
C.COM. OEIRAS PARQUE

PORTO

BEBECONFORT – ANTAS
DOLCEVITA PORTO LJ.310-A

V.N. GAIA

BEBE CONFORT
ARRABIDA SHOPPING LOJA 144

VIANA DO CASTELO

BEBE CONFORT
ESTAÇÃO VIANA SHOP.L.1084

VILA REAL

BEBE CONFORT
C.C DOLCE VITA LOJA 171

Nota: lista actualizada em 12 de Maio de 2008