Maternidades de Coimbra defendem a criação de um banco de leite materno na região

«Responsáveis das duas maternidades de Coimbra defendem as vantagens da criação de um banco de leite materno na região, que possibilite alimentar bebés prematuros. […]

A Maternidade Bissaya Barreto (MBB), em Coimbra, já planeou anteriormente um projecto do género, mas este não avançou. "Não foi obtido financiamento e, neste momento, dadas as carências financeiras da instituição e do país, nada está previsto nesse sentido", afirmou à Lusa Fátima Negrão, pediatra de Neonatologia da MBB.
[…] Também Rosa Ramalho, directora do serviço de obstetrícia da Maternidade Daniel de Matos (MDM), defende a criação de um banco de leite materno em Coimbra, alertando, no entanto, para a "logística pesada de funcionamento e até equipamento" que o serviço implicaria. Considera, no entanto, que o banco de leite materno deveria nascer a partir de um projecto nacional "em que se apurasse quantos bancos de leite materno seriam necessários e se avançasse por regiões, em vez de iniciativas isoladas", afirmou. […]»

Fonte: Público, 05-10-2010